l.r.news

atitude

Lu Ribeiro Lu Ribeiro
13 de junho, 2013

#quoteoftheday

Postado por: Lu Ribeiro                            Fonte: reprodução                          Diagramação: equipe FASHION LIVE

coragem – frase da semana

Lu Ribeiro Lu Ribeiro
30 de abril, 2013

#quoteoftheday

Postado por: Lu Ribeiro                            Fonte: reprodução                          Diagramação: equipe FASHION LIVE

ego – frase da semana

Lu Ribeiro Lu Ribeiro
25 de abril, 2013

#quoteoftheday

Postado por: Lu Ribeiro                            Fonte: reprodução                          Diagramação: equipe FASHION LIVE

criar valor

Lu Ribeiro Lu Ribeiro
11 de abril, 2013

#quoteoftheday

Postado por: Lu Ribeiro                            Fonte: reprodução                          Diagramação: equipe FASHION LIVE

Clientes realmente especiais

Lu Ribeiro Lu Ribeiro
11 de abril, 2013

 

BLOG LU RIBEIRO POR UM MUNDO MELHOR

 

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes ao Censo 2010, o Brasil possui 24,5 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, o equivalente a 14,5% da população. Parte significativa dessa parcela é economicamente ativa, formada por pessoas que produzem e consomem. No entanto, o mercado de moda ainda não está preparado para atender com qualidade o consumidor portador de deficiência.

O princípio da equidade diz que mesmo diferentes, todos os cidadãos devem ter os mesmos direitos e serem tratados da mesma maneira. Respeitar as diferenças de pessoas deficientes é um grande passo para a formação de uma sociedade mais justa e harmônica. Mas, são raros os casos de um atendimento adequado no varejo brasileiro.

A primeira barreira encontrada é a física. Corredores e portas estreitos, degraus, falta de sinalização adequada, falta de provadores adaptados, entre outros, transformam o ponto de venda em um espaço inatingível para muitos. É preciso tornar o ambiente acessível, com investimentos para adequar o ponto de venda e atender melhor os consumidores especiais.

Já, as barreiras comportamentais e emocionais, que se referem à maneira que lidamos com pessoas com alguma deficiência, não podem ser eliminadas com projetos de acessibilidade. Elas só podem ser superadas com informação e educação, que transformem conceitos e atitudes. A falta de treinamento para profissionais de atendimento gera uma série de situações constrangedoras, tanto para o atendente, quanto para o cliente.

Algumas dessas situações, não exatamente no varejo, são foco da campanha “Dê uma ajudinha a si mesmo, reveja seus conceitos”, realizada pelo Instituto Mara Gabrilli, em parceria com várias outras entidades do setor. Por meio de vídeos bem-humorados, a campanha mostra cenas vividas entre pessoas com e sem deficiência, em situações corriqueiras que poderiam ser bem mais simples.

 O objetivo é gerar uma reflexão sobre as diferenças existentes entre todos nós, e assim, incentivar a adoção de atitudes mais afirmativas e menos assistencialistas. Os personagens da campanha são pessoas com deficiências – física, visual, auditiva e intelectual – e cidadãos brasileiros comuns que querem ajudar pessoas com deficiência, mas não sabem exatamente como. Com espírito de solidariedade, eles se mostram desajeitados e, muitas vezes, inadequados. O roteiro foi elaborado a partir de relatos de pessoas com deficiência, e um dos vídeos é estrelado pelo ator Ariel Goldenberg, protagonista do longa “Colegas”.

Vale a pena conferir os vídeos da campanha, e repensar o seu atendimento. Reveja seus conceitos, e se adeque às necessidades de clientes realmente especiais:

 

Deficiência Intelectual: Video muito legal do Ariel Goldenberg

Deficiência Auditiva: clique aqui

Deficiência Visual: clique aqui

Deficiência Física: clique aqui

Saiba mais sobre a campanha em www.img.org.br

 

 Postado por: Lu Ribeiro       Imagens: de reprodução       Texto: João Gonçalves      Diagramação: equipe FASHION LIVE

luxo

Lu Ribeiro Lu Ribeiro
01 de abril, 2013

#quoteoftheday

Postado por: Lu Ribeiro                            Fonte: reprodução                          Diagramação: equipe FASHION LIVE

Evento com segurança – Prime Seguros

Lu Ribeiro Lu Ribeiro
25 de março, 2013

As vezes nos preocupamos com todos os detalhes de um evento, mas esquecemos de fazer um seguro para que tudo fique tranquilo, os preços de seguro de evento são tão pequenos perto da tranquilidade adquirida, que vale muito a pena !!!

A Mundo Prime Seguro, uma das melhores empresas com quem já trabalhei, por apenas 2 únicos motivos, seu portfólio de produtos e serviços e pelo atendimento atencioso, eficaz e rápido .

Pensou em seguro de vida, saúde , para seus funcionários, seguro de evento, seguro mulher … ligue Prime : 55 11 3071-2625

#ficaadica #MundoPrimeSeguros

 

Postado por: Lu Ribeiro             Imagens: de reprodução             Diagramação: equipe FASHION LIVE

hora do planeta – como participar ?

Lu Ribeiro Lu Ribeiro
13 de março, 2013

De todas as campanhas de comunicação ligadas ao meio ambiente, a Hora do Planeta talvez seja a de mais fácil aderência. Uma mensagem simples, com um chamado para ação claro, faz do movimento, criado em 2007 na Austrália, pela organização WWF, uma das maiores mobilizações mundiais contra o aquecimento global.

Em um grande ato simbólico, a campanha pede que governos, empresas e pessoas apaguem as luzes por sessenta minutos para mostrar que querem uma solução para a questão das mudanças climáticas. Na edição do ano passado, 133 cidades brasileiras, incluindo todas as capitais, participaram, apagando quase 600 monumentos em todo o País, entre eles o Cristo Redentor, a Ponte Estaiada e o Congresso Nacional. No mundo todo foram quase 7000 cidades participantes, em 152 países e territórios.

Em 2013, a Hora do Planeta está marcada para sábado, 23 de março, e empresas e marcas ligadas a MODA também podem participar. Grandes centros de compras de todo o País, como Rio Design Leblon, BarraShopping, New York City Center, Pantanal Shopping e Shopping Recife, já confirmaram a sua participação e irão apagar as suas luzes na Hora do Planeta, entre 20h30 e 21h30.

Muito além do ato simbólico de apagar as luzes, o WWF-Brasil estimula que as empresas participantes aproveitem a data da Hora do Planeta para comunicar suas ações de sustentabilidade e assumir novos compromissos ambientais em prol do planeta.

O foco deste ano são os desafios em torno dos recursos hídricos, em consonância com a escolha, pela Unesco, de 2013 como o “Ano Internacional da Cooperação pela Água”. O tema no Brasil é ainda mais importante, pois 70% da eletricidade que consumimos é gerada em hidrelétricas, que já são afetadas pelo impacto das mudanças climáticas no curso dos rios e represas.

A Hora do Planeta 2013 também propõe o desafio “Eu vou se você for”. Por meio de uma plataforma no Youtube é possível desafiar outros usuários para ações específicas com base na pergunta: O que você está disposto a fazer para salvar o planeta? Você pode criar um desafio próprio, linkado com o negócio da sua empresa, para estimular a adesão de seus clientes, colaboradores e fornecedores na campanha.

Participe dessa ação, apague as luzes da sua fábrica ou loja, comunique sua adesão para seus stakeholders. E se possível, aproveite a data para repensar seu impacto ambiental e adotar práticas mais sustentáveis para o seu negócio.

Para fazer a sua adesão ao movimento ou obter mais informações sobre a Hora do Planeta acesse:

 www.horadoplaneta.org.br

.

 

Postado por: Lu Ribeiro       Imagens: de reprodução       Texto: João Gonçalves      Diagramação: equipe FASHION LIVE